Your browser version is outdated. We recommend that you update your browser to the latest version.

 

 

Copa do Guadiana

 

O NAFAS está presente na Copa Guadiana, um dos maiores torneios de futebol 7 e 11 na Península Ibérica. Obrigado aos nossos sócios Pedro Almeida, Ricardo Guerreiro, Sérgio Rodrigues e António Santos pela excelente representação do nosso núcleo neste importante torneio.

 

 

 

 

 

 

 

Promoção a AAC1

 

O nosso Associado Bruno Jesus está de parabéns por ter conseguido a promoção para a nova época aos quadros de AAC1 dos Campeonatos da Liga de Futebol, a Direcção do Nafas deseja ao nosso Associado as melhores felicidades para a nova época. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Observadores da Federação Portuguesa de Futebol

 

O NAFAS está de parabéns ao conseguir ter mais dois Observadores para a próxima época na Federação Portuguesa de Futebol, são eles o nosso Presidente Hernâni Fernandes que recentemente acabou a sua carreira de Árbitro Assistente na Liga de Futebol e António Taia que tinha sido indicado pela Associação de Futebol de Setúbal em virtude da sua classificação final no Distrito.

A ambos o NAFAS deseja os maiores sucessos para a próxima época. 

 

 

               

 

 

 

 

 

 

 

XIII Torneio de Futsal - António Francisco Rodrigues ( Ramalheira )

 

Entre os dias 7 e 12 de Junho integrado nas Festas do Pinhal Novo, o Núcleo de Árbitros do Pinhal Novo organizou o seu tradicional Torneio de Futsal com os Núcleos do Distrito de Setúbal e a equipa convidada do Núcleo de Lisboa,.

Como em anos anteriores o Nafas esteve presente neste Torneio, tendo passado a fase de grupos com duas vitórias e chegado à final com o Núcleo de Lisboa, na qual viria a ganhar por 4-3 e tendo o melhor marcador da prova o nosso associado João Marques.

A todos os associados que representaram o NAFAS a direcção deixa um muito obrigado a todos pelo comportamento demonstrado ao longo do Torneio.

 

 

 

 

 

 

 

 

Festa de Encerramento 2015/2016

 

   O NAFAS – Núcleo de Árbitros de Futebol de Almada e Seixal procedeu esta sexta-feira, dia 10 de Junho, ao encerramento das actividades relativas à época desportiva de 2015/2016.
    Os festejos começaram logo pela manhã no Campo Rocha Lobo, no Monte de Caparica, com a realização de um encontro de futebol entre solteiros e casados que terminou com a vitória [muito contestada…] da equipa dos casados, por 3-2, num jogo que juntou no trio de arbitragem avô [José Manuel Esteves] e neto [filho de Bruno Esteves]. 
    Depois do desgaste físico causado pelas emoções do jogo o encontro continuou depois à volta da mesa na Quinta da Adega, na Sobreda da Caparica, onde foi servido o almoço ao qual se seguiu a habitual entrega de prémios aos associados que mais se destacaram ao longo da época e as intervenções de alguns dos convidados e dirigentes do Núcleo, nomeadamente do presidente Hernâni Fernandes e do vice para a formação, João Marques.
 

Hernâni Fernandes começou por agradecer a presença de todos destacando a APAF porque “é sempre bom ver a associação de classe connosco”; o presidente da AF Setúbal, Sousa Marques “pelo interesse que demonstra ter pelos Núcleos e pelos árbitros”; realçando também o facto da mudança efectuada no Conselho de Arbitragem da FPF que “pode trazer algumas melhorias” e por fim salientou os sete primeiros lugares [entre os 11 possíveis] conquistados pelo NAFAS na entrega de diplomas atribuídos pelo Conselho de Arbitragem. “Isto quer dizer qualquer coisa, mas nós não estamos satisfeitos. Queremos mais…”. 

 

   Seguidamente João Marques foi chamando os associados que mais se destacaram ao longo da época sendo de destacar os prémios de assiduidade e testes atribuídos a Ricardo Guerreiro e o prémio equipa que contemplou o trio chefiado por Henrique Pires, Sílvio Luz e António Santos. Premiado foi também, a título pessoal por José Manuel Esteves, o primeiro classificado no curso de estagiários, Diogo Reis.
   O representante da classe dos árbitros disse por sua vez que “a APAF não quer estar presente só nos almoços e jantares, queremos uma APAF para todos e de todos. Daqui para a frente, ao contrário do que acontecia anteriormente, vamos estar com todos os árbitros, desde o distrital ao nacional”.

 

   Aníbal Guerreiro, presidente do Conselho de Arbitragem da AF Setúbal frisou que “esta foi uma época sem sobressaltos na arbitragem. Os campeonatos estão no fim, não tivemos casos e aqueles que existiram não tiveram nada a ver com a arbitragem”. O responsável máximo pela arbitragem setubalense realçou ainda a “excelente classificação obtida por João Marques no seu primeiro ano na categoria C2”, o facto da AF Setúbal ter tido “pelo segundo ano consecutivo o primeiro classificado no Estágio Avançado C3 [Paulo Barradas] e também no futsal em que o melhor classificado foi também de Setúbal [Bruno Tavares] ”.
 
   O presidente da AF Setúbal, Joaquim Sousa Marques, que fechou a sessão considerou que “para a arbitragem setubalense esta foi uma época positiva” e depositou algumas esperanças na “nova direcção da FPF e no Conselho de Arbitragem” que é composto por outras pessoas e por fim destacou a presença de “muita juventude” na festa de encerramento ao mesmo tempo que reforçava a importância da comparência dos árbitros nas sessões dos Núcleos porque “é assim que se consegue progredir e evoluir”. 

Texto: José Pina

Fotos: Rui Nunes

  

Reportagem Fotográfica 

 

 

 

 

 

 

 

Cerimonia de Entrega de Diplomas da AFS

 

No dia de ontem, 01 de junho do 2016, foi realizada a cerimónia para a entrega dos diplomas da AFS.

O NAFAS foi representado ao mais alto nível pelos colegas e sócios:

     » Filipe Rosário (Primeiro classificado do quadro CJ1)
     » André Dionísio (Primeiro classificado do quadro CJ2)
     » Alexandre Trindade (Primeiro classificado do quadro C6 -Grupo A)
     » Tiago Rodrigues (Primeiro classificado do quadro C4 - Grupo A)
     » João Domingos (Primeiro classificado do quadro C3 - Grupo C)
     » Ricardo Guerreiro (Primeiro classificado do quadro C3 - Grupo B)
     » Diogo Reis (Primeiro classificado dos Estagiários da época 2015-2016)

     » Bruno Esteves e João Marques (Representantes do NAFAS)

Parabéns a todos os nossos colegas por terem atingido excelentes resultados nesta época 2015-2016.

Saudações!

 

             

 

       

 

 

 

 

 

                                                                  

 

Classificações dos Árbitros e Observadores do NAFAS no Distrito de Setúbal

 

A época não podia ter corrido melhor para os Árbitros e Observadores do NAFAS em termos de classificações, estão todos de parabéns, dos 11 quadros que neste momento existe no Distrito de Setúbal os árbitros do NAFAS conseguiram 7 primeiros lugares.

Para os Árbitros que não conseguiram os seus objectivos, devem continuar a trabalhar e preparar a nova época com muita mais força.

A Direcção e a Cat agradece todo o empenho que demonstraram ao longo da época.

 

Classificações Árbitros/Observadores

 

 

 

 

 

 

É com o maior orgulho que hoje partilhamos esta fotografia.

Parabéns ao nosso associado/presidente, Hernâni Fernandes , pela sua longa carreira no mundo da arbitragem.

Todos estes anos, 21 anos na Liga é um grande feito .

Parabéns e obrigado!

 

 

 

 

 

 

 

 

Entrevista do SJPF com o nosso sócio e Árbitro C1 Bruno Esteves

 

 

 

29 de Fevereiro de 2016

A profissionalização da arbitragem.

 

Após 20 anos nos relvados, Bruno Esteves coloca a arbitragem nacional no pódio europeu e acredita que com a profissionalização e a criação da Academia o sector só pode melhorar.

Estreou-se na I Liga num Estrela da Amadora-Rio Ave, em 2009. O que recorda desse encontro?
Recordo-me de sentir uma ansiedade natural. Contei com a aju­da do meu amigo Bruno Paixão como quarto árbitro, o que me fa­cilitou a tarefa. Lembro-me de uma conversa com os delegados dos clubes, onde referi que aqueles emblemas ficariam na mi­nha "história". E lembro-me de expulsar um jogador do Rio Ave, o André Vilas Boas, e até já nos rimos ao relembrar esse episódio.


Ser árbitro é apelativo para os jovens?
Apesar do aumento da exigência nos últimos anos, observou-se uma diminuição da média de idades no sector. Considero que a função de árbitro é hoje apelativa para os jovens, sendo encarada por muitos como uma possibilidade de carreira e de futuro.


A Academia vai fazer a diferença no futuro?
Sim. Foi colocada em prática para "criar" árbitros de craveira mundial. É um projecto que já trouxe resultados e julgo que se­rão ainda mais significativos. Coloca à disposição dos árbitros um conjunto de ferramentas importantes. Terá de fazer a diferença.


A profissionalização melhorou o sector?
Como sabe, não sou árbitro profissional, nem tenho um conhecimento profundo de como se trabalha nos pólos profissionais. No entanto, tenho consciência de que ser profissional num sector é diferente de ser amador e quem dispõe de mais tempo, mais ferramentas e mais apoio tem necessariamente de ser melhor.

Consegue conciliar a arbitragem com o seu trabalho?
Faço
20 anos de árbitro e 19 como profissional na mesma empresa. Sempre fui muito dedicado às duas vertentes e talvez por isso elas não se incompatibilizem. Os meus superiores hierárqui­cos entendem e aceitam qualquer pedido que lhes faça, quando a incompatibilidade aparece. Sou um privilegiado nesse aspecto.

Quais são os grandes desafios da arbitragem e que me­didas devem ser tomadas para melhorar o sector?
A arbitragem tem sempre aspectos em que pode evoluir. Os nos­sos gestores desempenham a sua actividade com o objectivo de uma melhoria contínua do trabalho, não só dos árbitros, mas dos diversos agentes de arbitragem, no sentido de estes valorizarem as nossas competições. Aliás, um dos lemas deste quadro de ár­bitros é o de "garantir a imparcialidade e valorização do futebol.”


Os árbitros também deviam falar no final dos jogos, como fazem os jogadores e os treinadores?
Não creio que esse testemunho trouxesse alguma mais-valia ao futebol. Acredito que os árbitros devem pautar-se pela discrição. No entanto, nas finais das grandes competições, como são os casos da Taça de Portugal e da Taça da Liga, aprecio o modo como as equipas de arbitragem são integradas no evento e que antes do jogo tenham a oportunidade de projectar o mesmo.


De 0 a 5, que nota daria à arbitragem portuguesa?
Sinceramente, não vejo arbitragens superiores. Temos dos me­lhores jogadores do Mundo e uma Liga competitiva. Os desem­penhos dos nossos árbitros são normalmente positivos. Atribuir nota não é elegante, no entanto considero que estamos no pódio europeu.


Nos seus jogos já viu jogadores talentosos ao ponto de querer sentar-se na bancada a assistir?
Tantos e tantos que não consigo enumerar, nem tão pouco me atrevia, não fosse esquecer algum. De facto, dentro de campo, não conseguimos desfrutar de tal talento e, sim, é verdade, por vezes apetece estar de fora e assistir a tantos e fantásticos de­sempenhos que verificamos nos nossos relvados.


Ainda ambiciona chegar a internacional?
É um patamar que não alcancei e que será muito difícil de se concretizar devido à minha idade.


Seria positivo que os clubes integrassem ex-árbitros?
Todos os agentes são importantes numa estrutura profissional e o árbitro não pode ser excluído. Os clubes que tenham essa ousadia não ficarão defraudados. Muitas pessoas desconhecem, mas muitos árbitros têm curso de treinador e de variados níveis.


O árbitro é o elo mais fraco do futebol?
O árbitro detém poderes que mais ninguém tem num jogo de futebol e dos que tem mais responsabilidade nas suas acções. Naturalmente que entendo a sua pergunta, mas aos poucos esse conceito tem vindo a dissipar-se. O árbitro é cada vez mais um elemento participativo e respeitado no jogo.


É a favor das novas tecnologias no futebol?
O objectivo dos árbitros é a verdade desportiva e tudo o que puder ser uma ferramenta que ajude a eliminar o factor "erro" resultante das decisões de facto (aquelas que resultam de uma má apreciação ou visão) será bem recebido pela arbitragem.


Como tem visto a actuação do SJPF?
Tem a preocupação de proteger a competição e o jogador. Em termos de inclusão no mercado de trabalho tem feito um serviço meritório, nomeadamente para o jogador que, por infortúnio ou fim de carreira, procura uma solução de vida e uma alternativa.

 

 

 

 

 

 

 

56º Aniversário do NAFAS

  

O Núcleo dos Árbitros de Futebol de Almada e Seixal, o Núcleo mais antigo do país, assinalou no passado sábado, no Manjar das Laranjeiras, Fernão Ferro, a passagem do seu 56.º aniversário.

 

Neste jantar bastante acolhedor estiveram presentes associados de várias gerações e marcantes na história do nosso Núcleo, contámos também com a presença de várias personalidades ligadas ao mundo desportivo do nosso distrito e do nosso país:

 

-Vereador da Câmara Municipal de Almada: José Barreto

-Vereador da Câmara Municipal de Seixal: Dr.José Carlos Gomes

-Presidente da Associação de Futebol de Setúbal: Dr. Sousa Marques

-Representante do CA da Associação de Futebol de Setúbal: Rui Macau

-Representante do CA da Federação Portuguesa de Futebol: Lucílio Baptista

-Representantes dos Núcleos de Árbitros de Futebol do nosso Distrito.

 

A anteceder os habituais discursos protocolares foram entregues os prémios a Joaquim Mendes Dias e Fernando Marques, relativos aos seus 25 anos como associados do Núcleo, e a João Marques pela sua promoção à categoria C2.

 

  

 

Reportagem Fotográfica

 

 

 

 

 

 

Festa de Agradecimento a Cortês Baptista 

19 Setembro 2015

 

 

  

Reportagem Fotográfica 

 

 

web counter free